Conhecendo as Pirâmides de Teotihuacan no México

Se você vai conhecer a Cidade do México, a capital mexicana, o passeio mais incrível que você pode fazer por lá é visitar as Pirâmides de Teotihuacan. O lugar tem uma energia sagrada e é, sem dúvida, um dos lugares mais incríveis do mundo.

As Pirâmides de Teotihuacan

Teotihuacan é uma antiga cidade que foi criada antes de Cristo. Não se sabe muito sobre quem foram os fundadores desse local, mas sabe-se que durante os séculos III e V, Teotihuacan abrigou diversos povos, sendo uma grande cidade na época. Posteriormente, os astecas viveram no local. Com o passar do tempo, a cidade foi abandonada e ficou “escondida”. Só foi descoberta mil anos depois após escavações. Com todo esse mistério envolvido, o lugar desperta uma grande reverência. Vale muito a pena conhecê-lo.

Onde fica e como ir

A Zona Arqueológica de Teotihuacan fica a aproximadamente 1 hora da Cidade do México (são 45 quilômetros). Existem passeios de ônibus que levam ao local, mas eu preferi ir de uber. É possível combinar com algum taxista um preço fixo (não vá no taxímetro) ou então ir de uber. Fui em março de 2016 e o preço no uber foi entre 700 e 800 pesos mexicanos.

Na volta, optamos por pegar um ônibus. Na saída da Zona Arqueológica, existe um ponto de ônibus que leva até a Cidade do México. O ônibus com ar condicionado era 44 pesos por pessoa e sem ar condicionado era 26 pesos por pessoa.

Conhecendo as Pirâmides de Teotihuacan

O preço do ingresso para a Zona Arqueológica de Teotihuacan estava 65 pesos mexicanos. Eu entrei pela porta que fica perto da Pirâmide da Lua e do Palácio Quetzalpapálotl. A Zona Arqueológica possui duas pirâmides principais, a do Sol e a da Lua.

Entrando na Zona Arqueológica de Teotihuacan

Logo que a gente entra, já visualiza algumas ruínas da antiga cidade. Interessante observar os desenhos nas paredes, a simulação de como eram as casas na época e como a cidade funcionava. Pela Zona Arqueológica, existem placas contando essas histórias.

As ruínas

Os desenhos na parede

Também entramos no antigo Palácio Quetzalpapálotl, que abrigava a elite de Teotihuacan.

O Palácio

Em seguida, fomos para a Pirâmide da Lua, dedicada à deusa da água e da fertilidade. A pirâmide é lindíssima!

As Pirâmides de Teotihuacan: Pirâmide da Lua

Pirâmides de Teotihuacan: lugar incrível e sagrado

É possível subir os degraus até um ponto da pirâmide. A vista contempla a cidade de Teotihuacan e é fantástica!

Vista da Pirâmide da Lua

Em seguida, descemos da Pirâmide da Lua e fomos andando pela rua principal do local, chamada de Rua dos Mortos. A rua leva à principal e maior atração: a Pirâmide do Sol.

A Rua dos Mortos e ao fundo a Pirâmide da Lua

A Pirâmide do Sol

Pirâmide do Sol

A Pirâmide do Sol é o ponto mais alto da Zona Arqueológica com 65 metros de altura. A pirâmide foi construída de acordo com o ponto onde o Sol nasce. É possível subir até o topo da pirâmide e, é claro, foi o que fizemos. São muitos degraus, mas vale a subida. O lugar é sagrado e a vista maravilhosa.

Vista da Pirâmide do Sol

No topo da Pirâmide do Sol. Ao fundo, a Pirâmide da Lua e a Rua dos Mortos

Ao lado da Pirâmide do Sol, está o Museu da Zona Arqueológica.

O Museu das Pirâmides de Teotihuacan

Janela do museu com vista para a Pirâmide do Sol

Em seguida, fomos para outra pirâmide chamada Templo de Quetzalcóatl.  É um templo que serviu para enterrar pessoas importantes da cidade. Essa pirâmide tem muitos detalhes interessantes.

O Templo e seus detalhes

O passeio às Pirâmides de Teotihuacan foi muito legal. A gente amou conhecer esse lugar!

Algumas dicas:

  • O passeio é de quase um dia inteiro, então vale levar biscoito, água, ou qualquer outra coisa. A gente não almoçou na Zona Arqueológica. Levamos alguns alimentos e almoçamos depois que retornamos à Cidade do México.
  • Não existe praticamente sombra nas Pirâmides de Teotihuacan. Você fica exposto a um sol intenso. Leve protetor solar, boné, etc.

Comentários

Comentário

Renata, mais conhecida como Renatinha, é uma pessoa que ama aprender sobre diversas culturas. Brasileira, apaixonada pelas belezas naturais do país e com muita vontade de viajar pelo mundo todo. É apaixonada também por leitura e fotografia e aproveita as viagens para investir nesses hobbies.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *