Conheça Gouda: a cidade do queijo na Holanda

Já ouviu falar no queijo Gouda? Ele é original da Holanda na cidade de Gouda. Fomos lá experimentar direto da fonte esse queijo delicioso e adoramos!

Vou contar um pouco como é a cidade e o que fazer por lá.

Gouda: a cidade do queijo

Gouda fica a 50 minutos de trem de Amsterdam (saindo da Estação Central). Ótima opção para fazer um passeio rápido. Fomos e voltamos de Gouda no mesmo dia.

Nós pegamos um trem que o destino final era a cidade de Rotterdam e fazia algumas paradas (uma das paradas era Gouda). Dá para comprar a passagem de trem na hora na estação (tem guichê para pagamento em dinheiro e máquinas de autoatendimento para pagamento em cartão). É preciso verificar qual o próximo trem para Gouda (sempre tem algum trem, a espera é pequena, tipo 10 a 20 minutos) e ir para a plataforma de embarque. A máquina de autoatendimento já te dá qual é o trem que você precisa pegar. Você também pode perguntar no guichê ou olhar nas telas que ficam mostrando os horários dos trens.

Assim que chegamos em Gouda, fomos caminhando para a praça principal, chamada Markt. Fica a apenas 9 minutos a pé da estação de trem de Gouda. Nós pegamos as ruas: Vredebest, Kleiwegplein e Kleiweg.

Estação de trem de Gouda

A Kleiweg é uma rua com várias lojas: lojas de roupas, de queijo, de acessórios, de chocolates (tem a Leonidas, marca de chocolate belga!).

Loja de queijos

A Kleiweg é uma reta até a praça principal, a Markt. Nesta praça, fica a Prefeitura, um prédio lindo! Durante o inverno, eles colocam em frente à Prefeitura uma pista de patinação no gelo.

Prédio da Prefeitura

Todo sábado de 6 horas da manhã até 18 horas da tarde rola um feira enorme na Markt. Tem barraca de queijos, pães, linguiças, roupas, doces, frutas… Eu fui pra lá num sábado, então consegui pegar a feirinha. Muita coisa gostosa!

Feira

Feira

Feira

Stroopwafel feito na hora

É possível visitar o prédio da Prefeitura e foi o que fizemos depois de curtir a feirinha. O valor da visita custa 2,50 euros, super barato. O prédio é fofo, repleto de detalhes.

Prédio da Prefeitura

Prédio da Prefeitura

Prédio da Prefeitura

Enquanto estávamos conhecendo o prédio da Prefeitura começou a chover muito. Em seguida, começou a cair granizo! Ficamos esperando um pouco a chuva passar e quando ficou mais calmo fomos em direção à Igreja de São João (Sint Janskerk). No meio do caminho começou a nevar! Hahahahahahaha… Tempo doido: chuva, granizo e neve! Nos refugiamos dentro da Igreja. A visita custa 6 euros.

A Sint Janskerk é famosa pelos vitrais. Cada vitral mais lindo que o outro! A igreja é enorme e vale a pena a visita!

Igreja

Fiquei apaixonada por esse vitral!

Na Igreja

Quando saímos da Igreja, o tempo já estava melhorando. De repente, abriu um sol! Hahahahahaha. Nunca imaginei passar por tanta transformação no clima num só dia! 🙂

Em frente à entrada da Igreja está o Museu de Gouda, mas nós não entramos no museu.

Após sair da Igreja, caminhamos pela rua Jeruzalemstraat até chegar numa linda loja de queijo na esquina com a rua Lange Tiendeweg. Veja aqui o caminho. O nome da loja de queijo é Kaaswinkeltje. Todas as lojas disponibilizam vários sabores para as provas. Eu provei o queijo defumado (uma delícia!!!) e vários outros queijos. Compramos alguns queijos diferentes para fazer uma noite de queijos de vinhos! 🙂

Jeruzalemstraat

Jeruzalemstraat

Loja de queijos

Depois fomos seguindo pela rua Zeugstraat. Essa rua é muito fofa, pois tem um canal bem pequeno entre a rua e as casas. Para entrar nas casas é preciso passar por um ponte. Essa rua fica pertinho da praça principal.

Para almoçar, procuramos um restaurante de Fondue, mas ele estava fechado, então fomos em busca de outro restaurante típico de Gouda para comer uma comida tradicional da cidade. Encontramos o Brasserie Felicia, que fica na rua Lange Groenendaal, número 57.

Tomamos uma sopa de queijo gouda de entrada (uma delícia!!! Recomendo!!!) e o prato principal foi um croquete. Uma das comidas típicas da Holanda é um croquete que eles colocam no pão. Eu achei muito bom!! Adorei o almoço e recomendo o restaurante para quem quer uma comida típica. São várias opções de croquete: de carne, de queijo, de legumes…

Depois ficamos passeando pelas ruelas da cidade. É cada cantinho mais fofo que o outro. Vale a pena “se perder” pelas ruas.

Foi um dia muito legal, repleto de surpresas e comida boa! Eu adorei! 🙂

Comentários

Comentário

Renata, mais conhecida como Renatinha, é uma pessoa que ama aprender sobre diversas culturas. Brasileira, apaixonada pelas belezas naturais do país e com muita vontade de viajar pelo mundo todo. É apaixonada também por leitura e fotografia e aproveita as viagens para investir nesses hobbies.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *