Conhecendo Amsterdam com o livro “45 Dias na Europa com Sr. Darcy”

Alguns livros fazem a gente viajar pelo mundo. A gente vai lendo e vai conhecendo diversos lugares por aí. Adoro esse tipo de livro!

Já escrevi um post citando alguns livros que li que falam de viagens (leia o post aqui). Um deles é o “45 Dias na Europa com o Sr. Darcy”. Escrito pela brasileira Moira Bianchi, é uma releitura moderna do livro clássico de Jane Austen “Orgulho e Preconceito”. Em “45 Dias na Europa com o Sr. Darcy”, Elizabeth Bennet – a Lizzy – e Mr. Darcy vivem nos dias de hoje. Ela é uma blogueira brasileira de viagem e ele possui uma rede de hotéis pelo mundo (e continua morando em Pemberley). No livro, o casal vive encontros e desencontros pelo mundo: Holanda, Itália, Grécia, Brasil, Inglaterra… O casal se conhece na Holanda, em Amsterdam, e parte do livro relata diversos momentos pela cidade. É lindo!

Agora imaginem a minha felicidade quando após eu ler o livro e me deparar com a oportunidade de ir para onde? Amsterdam! Perfeito! Contei para a escritora Moira Bianchi e ela me convidou para escrever um post no blog dela. Amei! O link do meu post no blog da Moira é este aqui. Segue o texto na íntegra:

Refazendo os passos de Lizzy e Darcy do livro “45 Dias na Europa com Sr. Darcy”

Quando eu comecei a ler o livro “45 Dias na Europa com o Sr. Darcy”, já me identifiquei de cara com a Lizzy.

Motivo 1: ela ama viajar.

Motivo 2: ela é blogueira de viagens.

Então logo eu pensei: nossa, que honra ser parecida com a Lizzy!

O livro é um prato cheio para quem gosta de viajar. Momentos vividos em Amsterdam, Milão, Rio de Janeiro, etc. Além disso, o romance é de tirar o fôlego, afinal, estamos falando de Lizzy e Darcy, o melhor casal da literatura.

A história começa em Amsterdam, cenário onde Lizzy e Darcy se conhecem. Os primeiros capítulos se desenrolam lá. Eu já tinha viajado para Amsterdam e reviver a viagem foi um deleite. Alguns meses após eu ler o livro, eis que surge uma bela oportunidade de voltar à cidade.

Tudo certo. Cheguei em Amsterdam. E aí que me veio à cabeça as cenas dos personagens Lizzy e Darcy. Resolvi fazer alguns dos roteiros feitos por eles e reviver toda a história do livro. Que maravilha!

Fui ao Beginhof, um lugar que eu não tinha conhecido antes e que graças ao livro eu tomei conhecimento. Como Darcy e cia foram lá logo no primeiro dia de viagem eu também fui. Amei o jardim silencioso. Nem dá para acreditar que fica no centro da cidade, região de muito agito. Fiquei curiosíssima para saber em que restaurante Darcy viu Lizzy pela primeira vez. Foi perto de Beginhof, mas o livro não cita o local. Aliás, por ali há vários restaurantes.

E Leidseplein? O lugar onde todos foram devidamente apresentados. Enquanto eu estava em Amsterdam, toda vez que passava nessa praça eu imaginava a cena. Fiquei imaginando Bingley puxando papo e tudo acontecendo.

Na outra vez em que eu tinha ido para Amsterdam eu não tinha me interessado pelo Museu da Tulipa. Mas depois de saber que a família da Lizzy vivia de flores e ler suas aventuras em meio ao Museu da Tulipa e Mercado de Flores, lá fui eu refazer os passos da família Bennet. Gente, eu amei o Museu da Tulipa. Aprendi tanta coisa! Não fazia ideia de como o setor de flores é tão interessante. A lojinha do museu é um encanto e tive que comprar um marcador de livro com fotos de tulipa para guardar de recordação e enfeitar meu livro “45 dias na Europa com Sr. Darcy”.

Não podia deixar de visitar o Vondelpark, Museu da Anne Frank, Dam Square, apreciar as casas-barco, o bairro Jordaan e, claro, comer stroopwafles. Aliás, consegui encontrar uma loja que faz stroopwafels na hora. Eles saem quentinhos, uma delícia! Lembrei da Sra. Bennet e pensei: Ai meus quadris! Hahahahaha. Comi muito stroopwafel!

Infelizmente não deu para ir ao Keukenhof, pois estava no verão, ou seja, fora da temporada. Mas tudo bem, fica para a próxima. Um dia eu irei lá. Fiquei instigada a conhecer o labirinto.

Eu, que sou amante dos livros e de viagens, quando junto esses dois é mais alegria ainda. Assim foi essa viagem. Pura alegria. E nostalgia. Nostalgia por reviver uma história de um livro que eu amei e se tornou um dos meus favoritos. Alegria, pois viajar é delicioso.

Explorei cada canto de Amsterdam tirando fotos e anotando tudo para o meu blog, assim como a Lizzy fez para o dela. Isso só já foi especial. Essa viagem estará para sempre marcada na minha memória.

Aposto que na da Lizzy também. 🙂

Comentários

Comentário

Renata, mais conhecida como Renatinha, é uma pessoa que ama aprender sobre diversas culturas. Brasileira, apaixonada pelas belezas naturais do país e com muita vontade de viajar pelo mundo todo. É apaixonada também por leitura e fotografia e aproveita as viagens para investir nesses hobbies.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *